ESACB

Maneio Reprodutivo

As NOVILHAS são postas à reprodução a partir dos 15 meses de idade e quando o seu peso vivo corresponde a 55% do peso adulto previsto para a raça Holstein Friesian. Com este maneio pretende-se que o 1º parto ocorra aos 24 meses de idade com um peso vivo correspondendo a 82% do peso adulto.

As VACAS são inseminadas no primeiro estro que ocorra 50 dias após o parto. A inseminação artificial é feita com sémen de touros testados da raça Holstein Friesian.

A DETECÇÃO DE CIOS é feita pelos tratadores ou pelo responsável técnico. Todas as vacas do efectivo transportam um detector de actividade cuja informação vai auxiliar a detecção de cios através da utilização de um programa informático.

O DIAGNÓSTICO DE GESTAÇÃO é feito por observação da reincidência ou não do estro 21 dias após a inseminação e é confirmado, 35 dias depois, através de ecografia.

A SECAGEM é normalmente feita aos 45 dias antes da data prevista para o parto.

Os partos são monitorizados através de um dispositivo colocado na cauda da fêmea que informa via sms, com elevado grau de precisão, o momento do parto.

Touros Utilizados

As vacas do efectivo bovino da ESACB são classificadas morfologicamente por técnicos da Associação Portuguesa de Criadores da Raça Frísia, entidade que tutela o livro genealógico da Raça.

Os touros utilizados para a inseminação artificial do efectivo bovino leiteiro da ESACB têm obedecido a uma criteriosa escolha para emparelhamentos correctivos. São objectivos principais melhorar, em termos produtivos, o teor proteico e a produção total de leite e em termos morfológicos o sistema mamário e os membros posteriores.

Nesse sentido, desde 2000 que tem sido utilizado sémen de touros testados de raça Holtein Friesian. São exemplo disso o MTOTO, o RAUL, o MONTÙ, o MONTAGUE,o BLADE e o JUNIOR.

[Voltar à página principal]